sexta-feira, 25 de abril de 2008

Pequenos milagres


Era uma vez um homem que não acreditava na existência de Deus ou de qualquer outra coisa além do seu mundo material.
Y
Certo dia, já cansado e irritado por ter trabalhado muito além do seu horário, estava ele fechando a farmácia quando chegou uma criança aos prantos, dizendo que sua mãe estava passando mal e que se ela não tomasse o remédio logo iria morrer.
Y
Muito nervoso, e após insistência da criança, ele resolveu reabrir a farmácia para pegar o remédio. Sua insensibilidade diante daquele momento era tão grande, que ele acabou pegando o remédio mesmo no escuro e entregou à criança, que agradeceu e saiu dali às pressas. Minutos depois percebeu que havia entregado o remédio errado para criança e que se sua mãe tomasse aquele xarope teria morte instantânea. Desesperado tentou alcançar a criança, mas não conseguiu.
Y
Sem saber o que fazer, com a consciência pesada, se ajoelhou e começou a chorar dizendo: "Deus, se você realmente existir, não me deixe passar por assassino."
De repente, sentiu uma mão a tocar-lhe o ombro esquerdo. Ao virar o rosto, viu a criança dizer:"Por favor, não brigue comigo, mas eu caí e quebrei o vidro do remédio. Será que dá para o senhor me dar outro?"
YYY
Se Deus faz milagres até para os que não acreditam nEle, o que não fará nas nossas vidas?
YYYYYYYYYY

3 comentários:

Brisa da Manhã disse...

Você se supera a cada post! Belíssimo!!! Obrigada pela visita!Que seu domingo seja abençoado! Beijos suaves da Brisa da Manhã

Zéza disse...

Ai, ai, Anjinho... Tô tentando repassar o prêmio que ganhei, mas todo mundo já ganhou! Obrigada pela visita! Beijos azuis

Zéza disse...

Ué, Anjinho... cadê você que não veio mais atualizar sua nuvem azul??? A vó está com saudades... Beijos azuis neste final de feriado! Zezinha